LITERATURA & TEATRO COM NILTO MACIEL E PEDRO SALGUEIRO

Já experimentei teatralizar poemas e o resultado foi bom. É preciso capacidade dramática, síntese, bom trabalho de corpo, envolvimento especial com os motivos (temas) e bom trabalho de voz. Sobretudo é preciso compreender bem o ritmo em relação aos poemas e em relação a quem vai assistir aos espetáculos, pois errar nisso resulta numa platéia sonolenta, muito entediada.

Mas eu acertei nas minhas experiências e elas já se vão longe no tempo. Foram muito enriquecedoras num sentido pessoal mesmo. E tempos depois pude saber melhor dos poetas marginais do anos 1970, poetas sudestinos como Chacal, que ousaram da mesma forma. Assim, pude compreender melhor o que eu mesmo, em companhia de amigos, havia feito naqueles anos de anarquia e despojamento.

Retirar textos do papel e levá-los à cena, ao ato de interpretar é transportá-los para outra linguagem e correr o risco de primeiramente melhor compreendê-los, pois a vivência teatral corporifica a palavra de tal maneira que não há diferenciação entre nós (os agentes) e a palavra/a ação imaginada pelo autor (o que está guardado no silêncio dos livros).

Se com poesia dá certo ― e tem até o seu lado terapêutico ―, com prosa, em certo sentido, é melhor ainda, visto um conto, por exemplo, fornecer em sua estrutura a idéia de roteiro, o que facilita mais para a montagem, para as pessoas que trabalharão a alquimia de transformar a palavra em ação.

Para isso, para essas vivências é que também servem a literatura e a poesia, obviamente. E em boa medida essas ações ajudam na difusão e no incentivo à leitura, promovendo livros e autores e todos os assuntos correlatos.

Teatralizar um conto é muito interessante! A ação vai além do “mero” recitar, da “mera” leitura. Teatralizá-lo é experimentá-lo de outras maneiras sem, no entanto, destruí-lo ou distorcê-lo. A arte literária permanece e cresce em capacidade de emocionar, de comover, de transformar o íntimo das pessoas, das que fazem e das que assistem.

A idéia básica é escolher alguns contos e partir para o trabalho: leitura em grupo; identificação dos elementos; criação das cenas; divisão de falas/ações; etc. A idéia não é necessariamente fazer uma peça teatral, o que dá mais trabalho, mas uma performance, uma vivência de curta e suficiente duração. E outros elementos entram na composição, como a música, por exemplo.

Penso nisso porque vejo que, apesar de livros lidos e comentados, parte dos nossos artistas não transforma essas leituras em performances, peças teatrais, músicas, pinturas, etc. E por que não explorar, por exemplo, o Nilto Maciel e o Pedro Salgueiro nessas empreitadas, visto os dois serem contistas nossos e de peso, criadores de situações e personagens os mais interessantes? Seria um começo para muitas pessoas, adolescentes, estudantes.

Os livros deles não são difíceis de se encontrar. Os que indico aqui são sugestões que podem ser buscadas, e logo. Com isso, creio que daríamos um reforço no ato de ler. Não sou a favor é dessa história de feiras literárias aonde as pessoas vão pra ouvir música, beber, passear e menos (ou nada) para a finalidade do evento: livro/leitura/autores.

Certamente a conversa criativa entre as artes ajuda, mas desde que se mantenha o foco no principal. Precisamos investir mais na nossa literatura e na nossa poesia, investindo nos autores e difundindo seus trabalhos. É educativo e divertido.

Mãos à obra?
______________
Blog do escritor Nilto Maciel: Literatura sem fronteiras
Blog do escritor Pedro Salgueiro: Movimento Esperado
Para buscas na web:  Estante Virtual
 ______________________________

Anúncios

Esteja à vontade para comentar, desde que respeitosamente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s