O ÓSMIO DEBAIXO DO BARRO

Resin on fresh-cut tree near Winterswijk, the Netherlands – Apdency

 

Toda árvore cresce lentamente,
irmanada com a terra, com a lua
                                     e os insetos.

Toda árvore sabe perfeitamente
a água e o cálcio que o ser humano
destroça nos laboratórios sem
lhes decifrar o sexo astral de suas
                                                    falas.

O que não é humano é mais sutil,
ou parece ser. Até o humano, se posto
em espera de atenção, é mais sutil, muito mais,
como um trovão, uma seriema, uma glândula,
um grão de ósmio debaixo do barro.

Que cães nos navegam, disso sabemos.
Mas não os cães mesmo e sim as pedras
mal digeridas de nossas incompletudes
que não sabemos luzir.

                                     Por isso, gritamos!

___________________________
Créditos da imagem: Apdency
________________________________

Anúncios

Um pensamento sobre “O ÓSMIO DEBAIXO DO BARRO

Esteja à vontade para comentar, desde que respeitosamente.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s