Chaves de Prata

Chaves de Prata

 

Ao longe,
rebanhos de azuis no céu,
estrelas antigas,
silêncio.

Dormem os outros,
que eu,
              calmo,
mastigo a paisagem
                    colossal.

Alguém, do alto do Azerbaijan Tower,
lê poemas de Florbela Espanca
e escuta canções de Flora Purim.
__________________

Anúncios